Projeto Infância – 50/52 – Os dias sim | The yes days

Por enquanto, minha irmã mais nova só tem uma filha. Como já comentei anteriormente elas estão nos visitando no Brasil, e mesmo tendo vários outros sobrinhos, a maior parte do tempo somos só nós (meus pais e eu) e elas duas. Considerando que normalmente só nos vemos por skype e ao vivo a cada alguns anos, tê-las conosco por todo este tempo aqui tem sido um privilégio. E nenhum privilégio é maior do que poder criar laços com a minha sobrinha. 🙂

Ao contrário dos primos ela não é lá muito pegajosa. Esta tia que adora amassar e beijar seus sobrinhos fica quase doida quando tem que pedir se pode ganhar um beijo ou dar um abraço. O pior é quando a resposta é ‘Agora não tia, amanhã.’ Vê se pode? 😀 Mas graças a Deus nem todos os dias são ‘dias não’. Nos ‘dias sim’ eu aproveito!

Ela adora subir na grade de uma das portas aqui de casa, se pendurar nos nossos braços para usá-los de balança e, como eu, adora ler. Detalhe que não lê ainda. Mas já gasta muito tempo com seus livros inventando histórias como se estivesse lendo. É hilário de assistir.

Agora veja se não dá vontade de amassar esta pessoa?

____________________________________________

My youngest sister has only one child for now. As I mentioned before they are visiting us in Brazil and though I have many other nieces and nephews most of the time it’s just me, my parents and the two of them. Considering how when we’re apart we can only talk through skype and see each other every few years, having them with us for all this time has been a privilege we do not take for granted. And no privilege is greater than being able to strengthen the bonds with my niece. 🙂

Unlike my other nieces and nephews, she’s not so much into being hugged and kissed. And for me, an auntie who loves to do that, it is very hard to have to ask for a kiss or whether or not I can give her a hug or a cuddle. The worst is when she tells me ‘Not now auntie, tomorrow.’ Can  you imagine that? 😀 But thank God not every day is a ‘no day’ and on the ‘yes days’ I enjoy it as much as I can!

She loves to climb up one of our doors, swing on our arms, and like me, she loves to read. Well, she doesn’t really read anything yet but she loves books and loves to sit with them making up her own stories as she goes along as if she’s reading them. It’s hilarious to watch.

Now tell me, wouldn’t you also have a hard time not hugging this little person?

P. Infância 50-1

P. Infância 50-2

P. Infância 50-3

P. Infância 50-4

P. Infância 50-5

P. Infância 50-6

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *